Publicado por: clezius | junho 7, 2008

Consciência Cristã

Consciência Cristã

Isabelas pedem socorro

Isabelas pedem socorro
Crianças indefesas sofrem com a violência e o medo. Até quando?


Assistimos, em todos os veículos de comunicação, mais um caso bárbaro de violência e morte contra crianças. O caso Isabela virou manchete e um instrumento de disputa pela audiência, muitas vezes desconectado da vontade de despertar mudanças positivas na sociedade. Mas até quando ficaremos inertes, anestesiados, acostumados e insensíveis a tais acontecimentos horrendos?

Em especial, o caso Isabela se desenrola com muitas interrogações sobre as questões investigativas. A sociedade quer descobrir os culpados e vê-los pagando pelo o que fizeram. Querem que a justiça seja feita, pois acreditam que assim os corações ficarão mais aliviados. Mas isso não é verdade, há muita dor no coração daqueles que perderam alguém que amavam tanto e o tempo pode ser longo até chegar à total recuperação. E, humanamente falando, nada substituirá alguém que perdemos. Por isso, escolhi o nome “Isabelas” para representar todas as crianças que estão sofrendo e morrendo como vítimas de homens e mulheres sem amor e sem a presença de Deus em suas vidas.

Faço uma interrupção no texto e oro pedindo a Deus que envie o Consolador a estes corações que compartilham da mesma dor que a família de Isabela. Isto porque sabemos que só o Senhor pode fazer toda a diferença nestes momentos de angústia, dor e desolação. “Senhor sustenta-os com toda sua força e cura-os em nome de Jesus.”

Voltando ao assunto, vale chamar a atenção apontando que já passou da hora de ouvirmos os gritos das “Isabelas” e dos “Pedros” e tomarmos atitudes urgentes em prol da proteção das crianças. Pequeninos e pequeninas estão gritando por socorro ao redor do mundo. Mais de 12 milhões de crianças chorando pela falta do pai e da mãe, mortos pela AIDS ou pelas guerras civis; 600 mil crianças no Camboja vítimas da prostituição, da fome, do abandono e do tráfico de menores; Milhares de crianças que perderam tudo, até os pais, na catástrofe na China e Mianmar. Deus quer levantar pessoas sensíveis em favor dos que, na maioria das vezes, “não têm voz e nem vez”. Muitas delas já se calaram porque foram mortas, contudo outras estão vivas, sofrendo, gritando e pedido socorro. Estão à espera de quem as escutem e façam alguma coisa.

Orar é o mais importante, e orar muito. Contudo é preciso agir inspirados pelo Espírito Santo. A guerra é gigantesca contra as artimanhas de satanás de roubar, matar e destruir as crianças também. Mas temos que levantar a nossa voz em todos os lugares clamando por mudanças e transformações nos corações das pessoas, principalmente dos pais. Os nossos púlpitos devem tratar mais sobre as famílias e de como tratar, ensinar e amar os filhos.  Devemos pregar menos sobre prosperidade financeira e falar mais do amor, do temor a Deus, da vida em abundância dada por Jesus a todo aquele que nele crê. Todos nós, como Igreja do Senhor, precisamos mais do que nunca ser sal e luz neste mundo. Precisamos ser exemplos para um mundo sem referencial e perdido. Todo cristão deve fazer sua parte, no lugar onde está inserido, para mudar esta realidade triste contra nossas crianças. O que será da próxima geração se as nossas crianças estão sendo tão maltratadas?

Nós, como instrumentos de Deus por meio de sua graça e poder, podemos fazer toda diferença na vida das pessoas por meio do nome poderoso de Jesus. É claro que começando primeiramente conosco em nossas casas para depois podermos passar e ensinar o que vivemos. Jesus nos trouxe vida e essa vida é real. Essa geração precisa ver modelos que as inspirem para crer que é possível amar e viver o plano de Deus. O descaso com a vida, e em especial com os pequeninos, tem feito muitas pessoas chorarem, principalmente aquelas que não deixaram o amor se esfriar. Aquelas que crêem na família e amam as pessoas. A família é um plano de Deus, filhos são presentes do Senhor para serem amados. Precisamos ouvir e ver mais os sorrisos e alegria nos rostos das Isabelas e dos Pedros.  

::Por Pastor Wagner Corrêa
Líder do Ministério de Crianças e Juniores da Igreja Batista da Lagoinha

Participe do Movimento “Oração com Ação”

Viste o site e entre em contato: http://www.lagoinha.org.br/rcj/index.html .

Oração Com Ação

Rua Caetano Marques, 54 –  São Cristóvão – Belo Horizonte (MG) – Brasil.
Cep: 31110-520.
Telefone: (31) 3425-4007 Ramal 21
Fax:(31) 3425-4007 Ramal 24.
E-mail: oracaoeacao@hotmail.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: